Aprenda como elaborar um plano de ação escolar em 5 passos

O plano de ação escolar se trata de um planejamento escrito de atividades. Ele descreve como a instituição de ensino vai traçar metas para atingir objetivos, desenvolver projetos e sanar problemas. O fato é que a escola fica sem norte sem esse tipo de planejamento.

Você acredita, por exemplo, que um barco sem direção no mar vai chegar a algum lugar? Pode ser que chegue, mas os tripulantes podem não gostar do local, certo? Pois então, também é assim com uma escola. Afinal, não se pode deixar as atividades à deriva.

Portanto, um plano de ação é indispensável para organizar e orientar o trabalho de todos. Dessa forma, é mais certo que as metas serão alcançadas, além de ter resultados mais efetivos na gestão escolar e no aprendizado em sala de aula.

Pensando nisso, vamos indicar a você cinco passos que vão contribuir para a elaboração de um bom plano de ação na sua escola. Confira e boa leitura!

1. Documentar o plano de ação

É imprescindível que o plano de ação escolar seja escrito, isso quer dizer que os objetivos e as ações devem estar anotados, afinal, trata-se de um documento. É nele que os caminhos a serem seguidos estarão programados.

O plano de ação, além de ser uma base que vai conduzir as demandas dos alunos e da administração da escola, orientará iniciativas. É fundamental compreender que é totalmente possível flexibilizar alguns aspectos desse documento ao longo do ano letivo ou do período estabelecido para execução. Afinal, pode ser que haja a necessidade de fazer alterações no andamento da programação.

2. Definir e justificar o que será estudado

O plano de ação precisa ter, de maneira bem simples, os temas que vão ser trabalhados. Caso seja um projeto pedagógico, busque definir aquilo que vai ser estudado pelos alunos.

Não se esqueça de que as atividades não podem ficar sem um caminho a seguir, ou seja, sem uma condução coerente. Apresente os temas de maneira sucinta, mas desenvolvendo uma boa justificativa. Explique o motivo e a relevância de determinado projeto ou conteúdo.

3. Colocar os objetivos de forma clara

Como já deixamos claro, não é possível chegar ao lugar que se deseja sem um direcionamento. Por isso, é tão importante saber quais são os objetivos reais, o que se espera como resultado.

O propósito é solucionar algum problema específico — como o bullying em sala de aula — ou aprofundar algum conteúdo pedagógico? Isso também precisa ser escrito de maneira clara e direta.

4. Estabelecer uma metodologia adequada

Nesse momento, pense em como desenvolver as ações que você definiu e os conteúdos propostos. Existem muitos métodos de aprendizagem já conhecidos e usados. Logo, eles são excelentes caminhos a seguir.

Vale também fazer uma pesquisa para encontrar os recursos mais adequados e que farão a diferença. Procure inovar nas estratégias metodológicas, como ao adotar a educação colaborativa.

5. Programar as ações a serem realizadas

É hora de organizar as ações a partir de uma programação. Mas como fazer isso? É bem simples: basta elaborar um cronograma. Então, estipule de maneira metódica quando as atividades serão colocadas em prática. O cronograma é um modelo de roteiro para que você o siga.

Toda essa programação detalhada vai garantir um terreno mais fértil para o alcance das metas, além de facilitar a aprendizagem dos alunos. Por isso, o cronograma é extremamente relevante para conquistar os resultados.

Com essa organização, fica muito mais fácil iniciar, colocar em desenvolvimento e finalizar os trabalhos. Lembrando que é preciso ter muita disciplina para não fugir do que foi planejado.

Enfim, agora você já tem tudo para elaborar o seu plano de ação escolar. Depois, é o momento de implementá-lo, ou seja, executar aquilo que foi criado com tanto empenho — não o guarde na gaveta jamais. Após seguir esses passos, comece a colocar a programação em prática. Não perca tempo, pois o ano letivo voa!

E aí, gostou de aprender os passos para criar um plano de ação escolar? Se ficou alguma dúvida, deixe o seu comentário no post para que possamos ajudá-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *